A Guerrilla Games já está pensando em uma sequência de Horizon Forbidden West, visto que a última jornada de Aloy terminou com uma boa dose de suspense similar ao primeiro game. Como informa o PlayStation Lifestyle, o diretor criativo Mathijs de Jonge disse haver muito material para a equipe explorar e desenvolver novas histórias, criando "mistérios" ao longo do caminho.

Enquanto a Guerrilla Games parece estar entretendo a ideia de uma sequência direta, de Jonge aponta que os desenvolvedores podem criar experiências com base no material existente, então não há necessidade de levar a história de Forbidden West adiante.

"Horizon é realmente sobre mistério; cada uma de nossas histórias foi sobre descobrir mistérios no mundo antigo e nos dias atuais, quando o jogo acontece”, disse de Jonge ao VG247. "De fato, há muito background que podemos explorar para desenvolver novas histórias e criar mistérios a partir do que já estabelecemos. De fato, este jogo termina com outro grande gancho, onde estamos configurando algumas coisas para o próximo jogo".

O jogo original também apresentava uma conclusão, mas que configurou os eventos de Forbidden West. Com o sistema de terraformação agora resolvido, há outra ameaça iminente que é muito maior que Far Zenith.

De Jonge não disse nada a respeito de localização, mas ofereceu algumas dicas sobre como o estúdio surgiu com Forbidden West. Ele disse parecer misterioso e perigoso o suficiente para Aloy se aventurar, e as histórias do Velho Mundo se encaixavam perfeitamente no cenário.







Comentários