Após o lançamento do trailer final de "Coringa", tivemos um gostinho a mais do que podemos esperar com o longa, que terá um roteiro original. Porém, com todo o material de divulgação, informações oficiais (ditas em entrevistas à revistas norte-americanas) e ambos trailers, podemos ter uma boa noção do que estará neste, que é um dos filmes mais aguardados do ano.

Por isso, listamos abaixo 18 coisas que sabemos sobre o filme.

O próprio

Coringa é Arthur Fleck, interpretado por Joaquin Phoenix. De acordo com uma sinopse oficial, traduzida aqui, Arthur é "um homem desconsiderado pela sociedade", como podemos ver tanto no primeiro como no último trailer e nas imagens de divulgação.

Trabalho

Coringa trabalha para uma agência de palhaços que realiza serviços de todos os tipos, de anunciadores com placas a diversão de pacientes internados.

Cenário

O filme se passará em uma Gotham City inspirada em Nova York em meados dos anos 1980.

Inspirações

Tanto para o cenário como para parte da temática, o longa remete aos clássicos de Martin Scorsese "Taxi Driver", de 1976 e "O Rei da Comédia", de 1982. Assim como Coringa, Travis Bickle, do primeiro filme, também sofre de insônia, possui cicatrizes nas costas (aparecendo sem camiseta em algumas cenas) e ambos também possuem porte físico bastante similar.

Robert De Niro

Não por coincidência, os dois filmes citados acima são interpretados pelo mesmo ator, que também está em "Coringa". De Niro interpreta Murray Franklin, um apresentador de um programa de TV (Live with Murray Franklin) que lembra bastante o próprio personagem comediante que De Niro fez em "O Rei da Comédia".

Pra todo mundo ver

Coringa se apresenta em um clube de comédia e a gravação é caçoado por Murray na TV. Arthur vê isso no hospital e não parece nem um pouco contente. Mais tarde, ele aparecerá ao vivo no programa de Murray, pedindo que ele apresente-o como "Coringa".

Sua mãe adoece

Penny Fleck é cuidada por Arthur, como vimos no primeiro trailer, mas agora ela aparece internada, e é justamente no hospital que ele vê o programa de Murray. O fato de ela ficar mal, atribuído ao fato de ele ser caçoado para todos pode muito bem ser um gatilho para a "transformação" que vemos ao longo dos trailers.

Bons companheiros?

Antes de ser exposto ao mundo, ao se apresentar no clube de comédia, vemos Arthur avistar Sophie Dumond, interpretada por Zazie Beetz, e disso podemos tirar duas conclusões: trata-se de alguém que ele conheceu no próprio evento e se envolveu posteriormente ou o contrário, com Sophie sendo uma apoiadora ciente das condições mentais de Arthur. 

Quem é a assistente social

Debra Kane é assistente social do Departamento de Saúde que aconselha Arthur. O sobrenome pode soar familiar, afinal é o mesmo de Bob (Kane), co-criador de Batman. Debra apareceu pela primeira vez no universo do Morcego na obra "Batman - The Ultimate Evil", onde o herói derrota um grupo de pedófilos.

Asilo Arkham

Em certas cena, vemos Arthur correr por um corredor que parece ser uma ala psiquiátrica. Ao que tudo indica, pelos próprios pacientes e pela roupa de Arthur, é o mesmo local onde estava no primeiro trailer.

Thomas Wayne

O pai de Bruce, interpretado por Brett Cullen, também aparece no último trailer. Melhor dizendo: não só aparece, mas fica furioso com a risada de Arthur, logo antes de dá-lo um soco na cara.

As origens do Homem-Morcego?

Pelo traje de Thomas, fãs estão dizendo que pode ser a mesma noite que ele e sua mulher, Martha, morrem (ou seja, a origem de Batman) já que no filme de 1989 é o próprio Coringa que mata o casal – mesmo que nos quadrinhos e nos outros filmes seja um assaltante qualquer. Outro fato que só reafirma a conexão às origens do herói é uma cena onde pode-se ler "Monarch Theater" (canto superior direito), local onde os Wayne morrem.

A cidade mudará com ele

Após ser tomado por seus gatilhos (o que só mostra a falha da intervenção da assistente social), há a rebelião e o caos tomando conta da cidade, que se mostra muitas vezes deserta e/ou suja, o que também indica a decadência paralela acontecendo com Arthur. A cidade fica violenta, como mostram capas de jornal, e começa a ser destruída, como vemos na imagem abaixo com as paredes quebradas e lixeiras lotadas.

Seguidores

No metrô e nas ruas há protestos com uma figura em comum: a máscara de palhaço. Pelo que os trailers indicam, este será um dos principais pilares de "Coringa", já que a comoção do público também servirá de disfarce para que o próprio protagonista fuja e passe despercebido por seus perseguidores. "Somos todos palhaços", como o cartaz sugere, representa bem o sentimento coletivo sentido por eles.

Opositores

Como é de se esperar, há aqueles que vão contra o movimento. A primeira cena do último trailer resume bem a ideia do que pode ser outro pilar do filme: Arthur diverte um garoto em pleno transporte público, de maneira completamente inocente e natural, mas a mãe do menino logo pede para que ele pare. Ela pode representar muito bem a oposição, dos "que não querem ser divertidos", assim como é de se esperar que não são todos que irão aderir ao movimento e ao caos instaurado.

A máscara

A própria máscara utilizada pelo Coringa faz referência à do Coringa de Heath Ledger, no (já) clássico "Batman: O Cavaleiro das Trevas", de 2008. Esta, por si só, também faz referência ao (outro) clássico Coringa de Cesar Romero, que utilizou uma máscara similar no episódio "The Joker is Wild", da série do Batman dos anos 1960.

Chefia

"Coringa" é dirigido por Todd Phillips, diretor de filmes como "Se Beber, Não Case!" e "Caindo na Estrada". Mesmo com o passado de comédias, ao que tudo indica, o diretor conseguiu se adaptar bem à atmosfera sombria do Coringa, como ele mostra em seu perfil do Instagram há meses.

Estreias

Em 31 de agosto acontecerá a exibição do filme no Festival de Veneza (Venice Film Festival), seguido pela estreia no Canadá, em 9 de setembro (no TIFF, Toronto International Film Festival), o New York Film Festival que acontecerá em 2 de outubro e, no dia seguinte, será lançado aqui no Brasil.







Comentários