Grace and Frankie é uma série de comédia dramática produzida e distribuída pelo serviço de streaming Netflix. A trama conta a história de Grace (Jane Fonda) e Frankie (Lily Tomlin), duas mulheres bastante diferentes que nunca se gostaram, mas que se suportam devido à parceria profissional dos maridos, que trabalham como advogados na cidade de San Diego. No entanto, elas são obrigadas a se unirem quando seus maridos dão a surpreendente notícia de que estão as deixando para ficarem juntos, já que estão perdidamente apaixonados. E então, a vida dessas duas mulheres muda completamente, e em meio a todo esse caos, uma grande amizade começa.

Injustamente, a série não possui tanto destaque da mídia, nem uma lista muito grande de fãs. Há muitos motivos que fazem Grace and Frankie ser uma opção imperdível no catálogo do Netflix, mas seria ela uma das melhores séries de comédia dos últimos tempos?

Elencamos várias razões para mostrar essa possibilidade:

1
Tem como protagonistas Jane Fonda e Lily Tomlin


Talvez esse seja um dos pontos mais importantes para você começar a assistir a série. Jane e Lilly são duas grandes atrizes – que mesmo com a idade avançada, mostram que ainda estão em forma e sabem dar um show de atuação, e o melhor de tudo: arrancam muitas risadas do público. O senso de humor das duas é incrível. Grace é uma empresária bem-sucedida, elegante e materialista. Já Frankie, é completamente o oposto: uma ex-professora de artes, amante da natureza e simpatizante da cultura hippie. O maravilhoso é ver a construção dessas duas personagens e a forma como elas lidam com essa complicada situação. Lilly Tomlin, inclusive, foi indicada ao Emmy e ao Golden Globe por sua atuação no seriado.

2
Tem uma trama diferente


Em meio a várias séries e filmes que apelam para o clichê e à mesmice, Grace and Frankie é um grande diferencial: os quatro protagonistas da série estão na terceira idade. E a trama não é sobre as limitações, dificuldades e medos dessas pessoas, mas sim sobre as possibilidades e seus desejos. Temos Sol (Sam Waterston) e Robert (Martin Sheen) querendo morar juntos e construir uma nova família, Frankie tentando alavancar sua carreira criando um novo produto para o mercado, Grace se envolvendo em novos relacionamentos... só que tudo isso envolvendo muita confusão e comédia. Além disso, temos ainda os filhos dos dois antigos casais: Briana (June Diane Raphael), Mallory (Brooklyn Decker), Coyote (Ethan Embry) e Bud (Baron Vaughn), que consequentemente acabam se envolvendo nessas situações, o que fica ainda mais engraçado.

3
As cenas são hilárias


Em um mundo cercado por piadas machistas, racistas e homofóbicas, Grace and Frankie novamente se destaca por fazer o oposto. O humor, muitas vezes escancarado, e outras vezes bastante sutil, não traz carga nenhuma de preconceito ou desrespeito com nenhum gênero, classe ou etnia. Muito pelo contrário: a série levanta a bandeira da diversidade e não chega nem perto das séries de humor tradicionais quando a sua estrutura. Em certas cenas, é muito difícil segurar uma gargalhada, não pegar uma sutil referência ou sentir aquela leve crítica e alfinetada que o roteiro, muito bem construído, joga para o público. 

4
Aborda assuntos importantes


Dar visibilidade à terceira idade é infelizmente algo não tão comum nos roteiros de cinema e televisão. E como já dito, Grace and Frankie se diferencia por isso. Mas a série vai muito além: ela quebra tabus relacionados a sexo, relacionamentos e carreira, mostrando que os setenta anos vão muito além de uma aposentadoria, de um casamento tradicional e uma vida estável. Os quatro protagonistas são imersos nessa trama que foge dos estereótipos e que ainda zomba na cara do telespectador. Robert e Sol são gays, e essa visibilidade para a homossexualidade fica evidente em toda a série, o que é ótimo e necessário.

5
É leve, engraçada e viciante


Extremamente leve e descontraída, a série fisga o espectador já nos primeiros episódios. E é difícil demorar muitos dias para terminar uma temporada. Na verdade, dá para maratonar toda a série bem rapidinho. Apesar de tratar de assuntos complexos, a trama é carregada para um nível de humor sem igual, o que traz bastante leveza mas ao mesmo tempo consistência para a série. Os diálogos são impecáveis, e as situações não são nada mirabolantes: Grace and Frankie retrata a realidade do ser humano.

6
Tem poucos episódios e é curtinha


Por enquanto, a série tem apenas 3 temporadas, cada uma com 13 episódios de meia hora cada. A primeira temporada foi lançada em maio de 2015, a segunda em maio de 2016 e a terceira em março desse ano. Possivelmente, a série será renovada para uma quarta temporada.

7
A série é assinada pela criadora de Friends


Exatamente! Grace and Frankie tem um pezinho de Friends em sua criação. A responsável é Marta Kauffman, que foi a cocriadora da série Friends e que agora está junto com Howard J. Morris dividindo os créditos pela comédia da Netflix. Com uma roteirista tão bem-sucedida quanto ela, não tem como sair algo ruim, né?

Depois desses tantos motivos, não é difícil de acreditar que Grace and Frankie pode sim ser uma das melhores séries de comédia da atualidade. Com apenas 39 episódios, o seriado mostra que está ao ar para representar, divertir e educar os espectadores sobre muitas coisas. E você, já assistiu a série? Se não, corra para o sofá! Todos os episódios estão disponíveis no site da Netflix.





Facebook




Comentários