Em ‘Onde Cantam os Pássaros’, a autora Evie Wyld apresenta ao leitor Jake Whyte, uma mulher que vive sozinha com Cão e um rebanho de ovelhas em um local com clima chuvoso e frio.

Tudo começa quando surge uma criatura não identificada que passa a matar algumas de suas ovelhas, o que desperta a fúria e curiosidade de Jake, fazendo com que a mulher passe a querer encontrar quem ou o que está querendo acabar com seu rebanho.

Além da criatura assassina de ovelhas, Jake tem algo que a assombra acima de tudo: o seu misterioso passado. No início do livro, o leitor não sabe quase nada sobre Jake e nem sobre as estranhas cicatrizes que cobrem grande parte de suas costas, o que desperta grande curiosidade e fazendo com que o leitor seja puxado pela mão e levado direto para dentro da vida de Jake e mesmo sem saber nada sobre ela, é como se fosse uma velha amiga que não encontra a muito tempo.

Ao decorrer da história e conforme as páginas do livro são passadas, o leitor se sente ainda mais próximo de Jake, passando a entender todos os seus mistérios e medos.

A escritora Evie Wyld deu uma lição no quesito composição de personagens, criando pessoas que beiram a realidade, quase saindo das páginas do livro e interagindo diretamente com quem lê. Um grande diferencial da escrita de Evie é o uso da intercalação dos capítulos entre passado e presente, de uma forma que um conta a vida atual de Jake e o outro conta como sua vida era antes dela chegar até ali.

Como nem tudo é um mar de rosas, o ponto fraco do livro é o fato de o leitor demorar um pouco para perceber essa intercalação nos capítulos, o que causa uma confusão no início da leitura, mas nada que não possa ser resolvido pela forma com a qual a história prende e o jeito como a autora explica tudo de forma incrivelmente detalhista, tornando uma história impossível de largar até chegar no final. Apesar de tudo, a trama vai muito além do que se espera ao começar a leitura e não é nada convencional se comparado aos romances atuais, o que rende um lugar no coração dos leitores para esse livro tão especial.

Como sempre, a editora DarkSide não deixou a desejar na edição e encadernação do livro, com uma capa dura, que apresenta uma arte maravilhosamente colorida e com as laterais das folhas inteiramente pretas é de encher os olhos de qualquer leitor.

Já leu ‘Onde Cantam os Pássaros’? Conta pra gente o que achou!







Facebook




Comentários