Em ‘A Mais Pura Verdade’ somos apresentados a Mark, um garoto de doze anos de idade que resolve fugir de casa acompanhado por Beau, o seu cão de estimação e uma câmera fotográfica. O seu objetivo? Escalar uma montanha. Tudo isso motivado por uma doença que o garoto tem e uma promessa feita com seu avô.

Ao longo de sua viagem podemos seguir Mark de uma forma que podemos sentir como se estivéssemos lado a lado com o garoto, que acaba conhecendo muita pessoa legais ao longo de sua jornada, pessoas que acabam mudando sua vida de uma forma ou de outra.  

Conforme avançamos na leitura, conseguimos sentir na pele as angústias de Mark, o que torna tudo mais triste por conta do fato de se tratar de uma criança, que mesmo tão novo já se preocupa com assuntos tão impiedosos. Mark passa a ver a escalada a montanha como uma meta pessoal. 

O que torna o livro fácil e gostoso de ler é a forma com a qual os capítulos são alternados entre a visão de Mark sobre sua própria jornada, a visão de seus pais e a de sua amiga Jessie. Tudo isso reforça a preocupação que todos sentem a respeito do desaparecimento repentino do garoto.

A narrativa é carente em detalhes, principalmente sobre as características físicas e psicológicas das personagens, mas o leitor consegue passar por cima disso graças a forma com a qual o autor deu ênfase a jornada de Mark, expondo apenas o necessário para tocar fundo no leitor e fazer sentir como se estivesse ali com ele.

O livro é uma lição sobre superação e insistência quando se trata de nossos objetivos. Mark, mesmo estando debilitado por conta de sua doença, insistiu no seu objetivo de uma forma que chega a ser admirável. Isso provoca e leitor a refletir sobre até onde seus limite chegam.

Dan Gemeinhart conseguiu tratar com delicadeza e carisma um assunto tão delicado de uma forma que acabou tornando tudo mais leve de uma forma que se torna quase impossível largar o livro, querendo fazer parte da vida de Mark e de seu cão Beau da maior forma possível. Tudo isso transforma o garoto em um amigo inseparável de longa data, um amigo que nos ensina sobre como a vida é algo frágil e que precisa ser vivida da forma mais intensa possível.  









Facebook




Comentários