A Comic Con Experience aconteceu em São Paulo dos dias 1 a 4 de dezembro, e contou com a participação de grandes nomes da cultura pop internacional.

Um deles, e certamente um dos mais aguardados, foi o ator americano Neil Patrick Harris, 43, que veio à convenção no domingo para promover a série Desventuras em Série — da Netflix —, onde ele interpreta o grande vilão, Conde Olaf.

Muito simpático, Harris respondeu às perguntas dos jornalistas antes de comparecer ao grande painel da Netflix, que também contou com o elenco da produção brasileira 3% e dos sucessos internacionais Sense8 e Shadowhunters. O ator, que começou sua carreira na juventude no papel do médico adolescente Dougie Howser, foi só elogios às crianças que darão vida a Violet e Klaus Baudelaire, comentando um pouco sobre a rotina insana que eles enfrentam no set, entre estudos e gravações. 

Muito questionado sobre o seu processo para construir sua versão do vilão, Neil comentou que procurou ser o mais fiel possível ao personagem dos livros e que usou o Snape de Alan Rickman como referência para a crueldade de seu vilão. Ele também mostrou aos jornalistas algumas diferenças entre as identidades que o conde assume durante a série e também falou sobre o processo para, literalmente, se tornar Conde Olaf: três horas na cadeira de maquiagem e ele ainda precisou raspar a cabeça por causa das perucas.

Harris falou sobre a adaptação de 2004, em que Jim Carey interpreta Conde Olaf. O ator contou que viu o filme depois que o produtor executivo da série pediu que ele não o assistisse, porque, disse rindo, “ninguém manda em mim”. Neil comentou que achou injusta a forma em que os três primeiros livros foram condensados em apenas um filme de 108 minutos, dando pouca chance ao elenco de trabalhar melhor a história.


O ator, que recentemente estrelou o musical Hedwig and the Angry Inch na Broadway, além de ter participado do web-musical Dr. Horrible’s Sing-Along Blog — do diretor Joss Whedon (de Os Vingadores), atiçou a curiosidade de todos ao mencionar que musicalidade certamente estará presente nos primeiros episódios de Desventuras em Série.

E é claro que Neil Patrick Harris não poderia deixar de falar de How I Met Your Mother, série que o consagrou mundialmente. Falando sobre as lições que Barney Stinson lhe deixou, ele mencionou como o personagem o ensinou a ser mais destemido e a entender que, às vezes, falhar dá uma história melhor do que ter sucesso. Sobre a produção da série, ele contou que visualmente, o estilo remete à uma mistura de Wes Anderson com Tim Burton e comentou um pouco sobre a presença no set do autor, Lemony Snicket, pseudônimo de Daniel Handler, responsável por escrever os episódios.

A primeira temporada da série estreia em 13 de janeiro do ano que vem e contará com oito episódios, com os quatro primeiros livros da série sendo abordados cada um em dois episódios de uma hora.





Facebook




Comentários