O mundo está chegando ao fim e você é um maquinista. Dirigindo um trem temperamental, de uma cidade abandonada pra outra, você precisará resgatar sobreviventes, mantê-los todos vivos no trem e ainda matar zumbis enquanto avança pelos prédios destruídos de cada lugar. Além de tudo isso, existem as escadas. E eu vou explicar o porque que as escadas são seu maior problema...

"The Final Station" é um jogo em pixel art de ação e side-scrolling, onde o mundo está passando por uma "segunda visitação", o que não fica muito claro para nós, mas o resultado é um monte de pessoas morrendo e em pânico, enquanto uma nova população de silhuetas violentas com olhos brancos aparecem. Como maquinista, você recebe ordens do exército para viajar ao sul com uma carga importante, e em cada parada é forçado a desembarcar e procurar nos destroços da cidade por um código de acesso que lhe permite seguir viagem.


Isto então divide o jogo em duas partes: no trem e a pé. O trem é bastante simples: durante cada viagem, uma parte dele terá um mau funcionamento e exigirá que você fique ali por alguns minutos arrumando para que tudo funcione corretamente, sem sobrecarregar. Nesse tempo de viagem, você também terá que cuidar de seus passageiros, verificando a fome e saúde de cada um, enquanto a cada parada precisará buscar por mais comida e kits médicos. Além disso, cada sobrevivente por viagem te faz ganhar dinheiro que posteriormente poderá ser trocado por munição e suplementos.

Agora, a parte a pé é mais divertida Cada nível funciona da mesma maneira: você chega na estação para descobrir que a pessoa que tem o código para desbloquear a barreira se afastou e está em outro lugar. Então você deve se aventurar ainda mais em busca dela, ou o que resta dela, e assim lidar com os monstros que encontra pelo caminho, como também resgatar mais pessoas.


"Mas então, qual o problema com as escadas?" você deve estar se perguntando. Bem, basicamente em algumas você as desce só de passar por cima, o que resulta em momentos extremamente frustrantes em que você quer apenas seguir reto e acaba descendo. Isso inclusive atrapalha muito quando você está correndo dos zumbis. Outras escadas tornam o processo de subir e descer bem mais complexo e seus inimigos podem te pegar pela cabeça enquanto você é obrigado a descer pacientemente.

E este é o problema do jogo. Enquanto os zumbis e a tensão deveriam ser seus maiores medos, coisas bobas como uma "escada" causam mais frustração e nervosismo. Os zumbis se portam muito mais como algo inconveniente do que como uma ameaça direta, porém, cada novo jogo você pode escolher qual dificuldade prefere, então imagino que a mais difícil seja melhor neste caso. Óbvio que a dificuldade dependerá de pessoa pra pessoa, como admito que em algumas fases no "modo normal " empaquei por horas até conseguir passar direto. 

"The Final Station" tem uma arte adorável e uma boa premissa, mas sua história é bem rasa e após algumas horas o jogo se torna repetitivo. De qualquer forma a jogabilidade é bem simples e viciante, tornando o jogo apaixonante. Não te dá sustos, mas os desenvolvedores fizeram um ótimo trabalho montando toda uma atmosfera sinistra com poucos diálogos e sons. E mesmo que "apocalipse zumbi" seja um tema clichê no mundo dos jogos, se você possui uma grana sobrando invista em "The Final Station", pois vale mesmo a pena.





Facebook




Comentários