No dia 21 de setembro de 1947 Stephen Edwin King nascia no Maine. Stephen viveu uma infância cheia de dificuldades. Ser abandonado pelo pai quando tinha apenas dois anos de idade agravou bastante as coisas para ele, para seu irmão mais velho e sua mãe, que superaram todos os obstáculos juntos. 

Após enfrentar todas as dificuldades de frente, Steve (como gosta de ser chamado) se formou em Inglês na Universidade do Maine, aonde conheceu Tabitha Spruce, que se tornaria sua esposa, mãe de seus filhos e sua confidente e crítica literária nas horas vagas.

Stephen provou ao longo de sua carreira como mestre do terror que o medo é apenas um detalhe e que é impossível viver uma vida longe deles. Hoje Stephen, o escritor mais notório nos dias atuais completa 69 anos e como forma de homenageá-lo separamos as citações e frases marcantes de alguns de seus livros mais famosos!


“Tudo o que pode dar errado vai dar errado.”


“Era tão melhor aumentar o positivo e eliminar o negativo, como dizia a velha canção.”

“Agora ele tinha que voltar a ser ele mesmo, e era difícil. Ficava mais difícil fazer isso a cada ano. Era mais fácil ser corajoso quando você era outra pessoa.”

“Quando você ficava grande o bastante para que reparassem em você, estava grande o bastante para tentarem atingir você.”

“Bem, ninguém consegue viver uma vida normal sem ter alguns pesadelos.”



“Seja qual for a merda em que se meteu, o mundo ainda não gira só em torno de você.”


“As pessoas pensam que o primeiro amor é fofo e que fica ainda mais fofo depois que passa. Você já deve ter ouvido mil músicas pop e country que comprovam isso; sempre tem algum tolo de coração partido. No entanto, esse primeira magoa é sempre a mais dolorosa, a que demora mais para cicatrizar e a que deixava a cicatriz mais visível. O que há de fofo nisso?”

“Você pensa 'Tudo bem, entendi, estou preparado para o pior.', mas guarda aquela pequena esperança, sabe, e é isso que f%@# tudo. É isso que mata você.”

“Não se preocupe com o segundo ato enquanto o primeiro não tiver terminado.”



“Tinha começado a acreditar que a vida era uma série de armadilhas irônicas.”

“Ela pensou que as coisas não podiam ficar piores... mas sempre podem, e geralmente ficam.”

“Mas ela ficara boa em parecer alegre até que alguém lhe dissesse em voz alta que ela já podia parecer triste.”


“É como se houvesse uma força invisível aleatória e poderosa trabalhando, sempre tentando ajeitar o que está errado.”

“As pessoas são muito mais do que vemos na superfície, afinal."


“Sabem o que é talento? É a maldição da expectativa.”
(Conto: O Nevoeiro)

“Tinha-se que tomar cuidado, não acreditar muito na memória. Velhas lembranças podem mentir.”
(Conto: O Macaco)

“A gente como o mundo ou o mundo nos come e tudo acaba bem, de um jeito ou de outro.”
(Conto: Caim Rebelado)

“A mente pode ser nossa melhor amigo: ela nos mantem entretidos, mesma nada havendo para ler, nada a fazer. Entretanto, também pode se voltar contra nós, se mantida sem estimulo por muito tempo. Pode se voltar contra nós, insto querendo dizer que se volta contra si mesma, barbariza-se, talvez se consuma a si própria, em um ato inconcebível de autofagia.”
(Conto: A Excursão)

“Foi amor durante algum tempo, depois ficou parecido com amor, então terminou.”
(Conto: Nona)

“A gente vê aquilo que quer.”
(Conto: O Caminhão do Tio Otto)


“Será que o inferno existe mesmo? Ou fazemos o nosso próprio inferno aqui na Terra?”

“Mas é claro que o novo se desgasta. O novo sempre se desgasta, e normalmente não demora muito.”

“Quantos “eus” desconhecidos uma pessoa poderia ter, escondidos lá no fundo?”


Já leu algum livro citado no post ou faltou sua frase favorita na lista? Deixe nos comentários que vamos ler com o maior prazer! ♥





Facebook




Comentários