Em "Daddy Was A Thief" você joga como um pai de família que é demitido do trabalho, e sem saber o que fazer para conseguir dinheiro para continuar sustentando sua família decide entrar na vida criminosa. Ao invés de cozinhar metanfetamina como na série "Breaking Bad", o paizão decide fazer algo muito mais clichê e clássico: roubar bancos.

Todos as fases começam com o personagem saindo do topo do prédio do banco enquanto é perseguido, e pulando para um prédio comum. Ele automaticamente fica correndo da esquerda para a direita, invertendo a direção sempre que atinge algo, o que te deixa com a opção de quebrar o chão para descer (o objetivo do jogo) ou pular, tanto para se desviar de algo quanto para pegar moedas. Essa é basicamente toda a mecânica do jogo.

Embora pareça simples e chato, "Daddy Was A Thief" não enjoa, nem se torna repetitivo. Há objetos que aparecem pelo seu caminho e animam a jogabilidade obviamente, mas é a estética do jogo que não deixa ele ser enjoativo. Quando você quebra o chão para descer, dá a impressão de que há mais coisa para se descobrir nos outros andares, e isso torna tudo mais interessante.


Você também terá que lidar com uma boa variedade de ameaças que impedem o seu progresso ao longo dos andares. Desde mísseis que quebram as paredes do prédio e são mirados em você, até velhinhas com raiva que te empurram para cima. Têm também policiais que te matam, máquinas de encolher, outros colegas criminosos que atiram em você e um cara com raiva vendo TV. Quando seu personagem morre ele não explode em sangue, apenas vira uma pilha de ossos.

O objetivo é realmente apenas se manter em movimento, descendo quantos andares conseguir. Sendo um jogo infinito, o único esforço é bater o seu próprio recorde, tanto de pontos acumulados, quanto número de andares descidos. Para animar um pouco, algumas vezes você dá sorte de cair num cassino, onde você não mais controla seu personagem, apenas observa ele se tornar uma enorme bola de pinball, enquanto fica batendo pelas paredes. Acendendo todas as luzes verdes do cassino, você ganha tudo que está dentro do cofre.

Com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo pelos andares, é comum que talvez o personagem fique preso entre objetos e você seja obrigado a reiniciar o jogo. Não é algo tão irritante assim, porém acontece de vez em quando.

"Daddy Was A Thief" é definitivamente um jogo simples, mas muito divertido e viciante. Disponível para Android, iOS e até Windows Phone.





Facebook




Comentários