Nesse último domingo, 10 de janeiro, aconteceu a 73ª edição do Golden Globe Awards, premiação hollywoodiana que consagra filmes, séries, programas de televisão e artistas que se destacaram no ano anterior.

Esse ano, o evento foi comandado por Ricky Gervais, que já havia apresentado a premiação em anos anteriores. Como de costume, o ator e comediante fez suas típicas piadas polêmicas com os candidatos, e já no início da cerimônia carregava um copo de cerveja na mão.

O Globo de Ouro (nomenclatura adotada em português) é a primeira grande premiação do ano, e também considerada como um “esquenta” para o Oscar, porque muitos dos indicados – e até mesmo vencedores – são também escolhidos na maior cerimônia de premiação cinematográfica.

No entanto, há algumas controversas quanto aos indicados e premiados: muitos dos telespectadores acham algumas indicações fracas e tendem a discordar dos resultados. Os vencedores desse ano margearam no previsível e no surpreendente, como ocorre com quase toda premiação.


O grande nome da noite foi O Regresso, filme dramático de Alejandro Iñárritu. Mais uma vez o cineasta ganha destaque na academia, levando o prêmio de melhor diretor, melhor filme de drama e melhor ator de drama para Leonardo Dicaprio. A vantagem que o longa ganhou com esses prêmios leva a indagação: essas vitórias serão repetidas no Oscar? Será essa a primeira vez em que Leo receberá sua tão sonhada estatueta?

Falando em Dicaprio, Kate Winslet recebeu a estatueta de melhor atriz coadjuvante no filme Steve Jobs. O filme, escrito por Aaron Sorkin, também recebeu o prêmio de melhor roteiro. Perdido em Marte ganhou como melhor comédia, Brie Larson como melhor atriz de filme dramático com O Quarto de Jack e a consagradíssima Lily Tomlin perdeu para Jennifer Lawrence, que recebeu a estatueta de melhor atriz em filme de comédia com Joy: o Nome do Sucesso.

Tarantino subiu ao palco para receber o prêmio de melhor trilha sonora por seu filme Os Oito Odiados e Matt Damon ganhou um prêmio por sua atuação cômica em Perdido em Marte. Já os filmes Carol, Mad Max: Estrada da Fúria, Spotlight: Segredos Revelados e A Garota Dinamarquesa não levaram nenhuma estatueta.


O Golden Globe é conhecido por premiar artistas e séries que são novidades no mundo do entretenimento. Ainda assim, no âmbito das séries e programas de TV houve surpresas. Mozart in the Jungle levou o prêmio de melhor série de comédia, assim como seu ator, Gael García Bernal, que foi consagrado como melhor ator de TV em comédia. Do outro lado, Mr. Robot ganhou a estatueta de melhor série de drama.

Lily Tomlin novamente foi derrotada por uma novata, a Rachel Bloom de Crazy Ex-Girlfriend em melhor atriz de comédia, e Lady Gaga surpreendeu levando o prêmio de melhor atriz em minissérie ou filme para TV. Contudo, não parou por aí: Taraji P. Henson, de Empire, ganhou o prêmio de melhor atriz em série dramática, deixando a vencedora do Emmy, Viola Davis, sem nenhuma estatueta. O brasileiro Wagner Moura também não levou o prêmio para casa, que acabou sendo entregue para o astro de Mad Men, Jon Hamm.

O que o Golden Globe nos garantiu foi uma boa quantidade de memes. Teve Leo Dicaprio fazendo várias caretas, Wagner Moura olhando com cara de desilusão e Jennifer Lawrence fazendo pose de "já acabou, Jéssica?". E um crossover inédito aconteceu: Flash e Super Girl entregaram um dos prêmios - ou melhor, Grant Gustin e Melissa Benoist estavam presentes no evento.


E você, o que achou dos vencedores? As escolhas foram justas? Quem deveria ter recebido os prêmios? Conte para nós o que você achou da premiação!

Confira abaixo a lista dos vencedores da edição de 2016 do Golden Globe:

Melhor Filme Dramático
O Regresso

Melhor Diretor
Alejandro G. Iñárritu, por O Regresso

Melhor Atriz Dramática
Brie Larson, por O Quarto de Jack

Melhor Ator Dramático
Leonardo DiCaprio, por O Regresso

Melhor Filme Musical ou de Comédia
Perdido em Marte

Melhor Atriz em Filme Musical ou de Comédia
Jennifer Lawrence, por Joy: O Nome do Sucesso

Melhor Ator em Filme Musical ou de Comédia
Matt Damon, por Perdido em Marte

Melhor Atriz Coadjuvante
Kate Winslet, por Steve Jobs

Melhor Ator Coadjuvante
Sylvester Stallone, por Creed: Nascido para Lutar

Melhor Roteiro
Steve Jobs

Melhor Filme Estrangeiro
O Filho de Saul (Hungria)

Longa de Animação
Divertida Mente

Melhor Trilha-Sonora Original
Os 8 Odiados

Melhor Canção Original
"Writing's on the Wall", de 007 contra Spectre

Melhor Série Dramática
Mr. Robot

Melhor Ator em Série Dramática
Jon Hamm – Mad Men

Melhor Atriz em Série Dramática
Taraji P. Henson – Empire

Melhor Série de Comédia
Mozart in the Jungle

Melhor Ator em Série de Comédia
Gael García Bernal – Mozart in the Jungle

Melhor Atriz em Série de Comédia
Rachel Bloom – Crazy Ex-Girlfriend

Melhor Minissérie ou Filme para TV
Wolf Hall

Melhor Ator em Minissérie ou Filme para TV
Oscar Isaac – Show Me a Hero

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para TV
Lady Gaga – American Horror Story: Hotel

Melhor Ator Coadjuvante em Série, Minissérie ou Filme para TV
Christian Slater – Mr. Robot

Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Minissérie ou Filme para TV
Maura Tierney – The Affair




Facebook




Comentários