No dia 16 de abril ganhamos o segundo trailer de um dos filmes mais esperados da década. Então são criadas teorias por milhares de fãs, que cada vez mais ficavam fascinados com o conteúdo divulgado, crescendo ansiedade nos criadores dessas próprias teorias e nos demais fãs que simplesmente queriam saber se aquela era realmente a mão de Luke Skywalker.

Oito meses depois, finalmente temos respostas a alguns dos questionamentos feitos ao longo do ano. Mas houve algo estranho: algumas das cenas mostradas em trailers e comerciais não apareceram na versão final do filme - as mesmas imagens que serviram como base para teorias de fãs, conforme citado acima.

Uma delas, que causou bastante controvérsia por sinal, é a cena em que o "novo vilão" está de costas para a câmera e liga seu poderoso sabre... que tem duas saídas de luz adicionais.


O resultado foi a criação de vários memes pela internet e fãs irritados com a modificação de um objeto tão icônico com o qual estavam acostumados há anos, que se perguntavam qual seria a utilidade da arma terrível. Por outro lado, vemos o quanto houve compreensão dos outros fãs, que entenderam que aquilo provavelmente serviria como prevenção a um ataque fatal, vide "decepação de braços" nas outras trilogias. E depois veio a resposta: era somente uma forma de liberação de energia da poderosa arma, já que ela foi criada pelo próprio Kylo Ren. E em dezembro vemos que a cena foi excluída do filme - ou pelo menos modificada, já que o mais próximo que temos disso é o duelo de Kylo e Finn (e depois do vilão e Rey).

Ainda tivemos algumas montagens que pareciam fazer sentido, como Rey pilotando a Millennium Falcon, na sequência de um take com a nave saindo do meio das árvores em uma floresta (que descobriríamos ser no mesmo planeta da cena acima, de Kylo, na base Starkiller). No fim, Rey apenas pilota a nave em Jakku e na última sequência, antes de ir ao primeiro templo Jedi. E quem pilotava a nave na cena da floresta era Han Solo.


Uma das cenas mais notáveis do segundo trailer é quando vemos a mão de um ser laranja entregando o sabre de Luke a uma mão feminina. Aquelas eram as mãos de Maz Kanata e da General Leia. E essa cena também foi excluída. Maz entrega o sabre ao Stormtrooper Finn, e nunca a filha de Vader.

Com situações assim, há a seguinte questão: eles estavam tentando nos manipular, fazendo com que acreditássemos em algo que não seria a versão "final" da história, ou seria esse um caso mais comum, de cenas cortadas em um processo de edição?

Segundo J.J. Abrams, o caso era bastante simples:

"Por mais que você queira escrever e filmar somente o que é necessário - ninguém quer desperdiçar o tempo de ninguém - quando você está editando percebe-se, por exemplo, que introduzir um personagem lá [naquela cena] enfraquece seu poder. [...] Ou, dar essa informação na verdade tira a atenção de algo que você deveria estar prestando atenção. Ou, ter esse momento junto a outro, fica no meio de ambos - coisas como essas."

Sobre a cena com Maz e Leia, Abrams diz que ela realmente foi filmada, que Maz voltava com os heróis para a base da Resistência, mas eles perceberam que ela não tinha nada a fazer por lá. Ela foi incluída no trailer de abril pois na época ainda pensavam em inseri-la no filme.


Para a alegria de alguns, Abrams finaliza:

Estava realmente feliz em ver - nessa era de informação rápida, quando queremos saber das coisas o quanto antes possível - quantas pessoas disseram nas últimas semanas, 'Por favor, sem mais trailers! Eu não quero saber de mais nada! Não me conte mais nada!' Acho que isso explica-se pelo desejo de ter uma experiência comunal."

Agora o que podemos fazer é esperar que essas cenas sejam acrescentadas no DVD, que tem previsão de lançamento para maio do ano que vem!

Fonte: EW, Lucasfilm




Facebook




Comentários