Todos os fãs de "The Walking Dead" ficaram animados quando receberam a notícia de que uma série paralela a original estava sendo criada para explicar a origem de tudo. "Fear The Waking Dead" prometeu em sua sinopse explicar o que aconteceu antes da epidemia pelos olhos de uma família em Los Angeles. Para a decepção da maioria das pessoas, descobrimos que não haveria um paciente zero, ou seja, não saberíamos por onde a epidemia começou, nem como começou. Desapontamento enorme para todo mundo que aguardava ansiosamente para descobrir a origem de todo o caos.

O primeiro paciente a aparecer infectado na série se chama Glória, uma jovem viciada em drogas, de 23 anos, namorada de Nick. Infelizmente nunca saberemos se ela é realmente a paciente zero, ou se apenas uma das muitas pessoas infectadas. De qualquer forma, Glória é a primeira infectada que aparece.


Em nenhum momento vemos o Governo falar sobre o caos instalado. Não vemos o Presidente falando disso nos noticiários da TV, nem nos jornais ou rádio. Os militares apenas surgem, tomam conta de tudo - muito rapidamente, o que dá a entender que eles já sabiam que a epidemia poderia acontecer e estavam preparados - e fica por isso mesmo. 

Pelo Governo não aparecer podemos especular que talvez tudo isso seja culpa deles, alguma vacina que deu errado - por isso teríamos personagens viciados em drogas, como a Gloria, por exemplo - ou água contaminada - em várias cenas a câmera foca na água, sendo na água da cozinha ou na piscina, o que poderia ser uma dica para nós.

A série acabou sendo muito corrida, onde tudo entrou em colapso rápido demais. Em um belo dia Nick viu Gloria comendo um rapaz (literalmente comendo, gente) e saiu correndo. Acusado de estar alucinando, o assunto foi-se esquecido. Após alguns dias um vídeo surge na internet onde um cara aparece comendo alguém na rua, e mesmo após vários tiros dos policias continua levantando e andando. Depois tudo começa a desandar tão rapidamente que nem dá pra acompanhar o progresso. Pessoas correndo, surtando, gritando, zumbis, vândalos... tudo ao mesmo tempo de uma hora pra outra.


Uma coisa super legal foram os personagens. Todos não sabiam o que estava acontecendo, obviamente, mas uns, como Nick e Madison, já se tocaram mais rápido que as tais pessoas infectadas não podiam ser curadas após transformadas, que elas realmente já haviam morrido. Outros, como Travis e Alicia, demoraram mais tempo para conseguirem matar um infectado, ainda achando que eram pessoas normais, apenas doentes.

Com apenas 6 episódios, a 1ª temporada de "Fear The Walking Dead" não nos mostrou absolutamente nada. O que eles prometeram não foi cumprido. Ainda não sabemos como o vírus se espalhou, nem nunca saberemos provavelmente. Além disso não houve nenhuma conexão óbvia entre os cenários e os personagens dessa série com os da original, coisa que muita gente esperava ansiosamente ver. 

Teremos 15 episódios na 2ª temporada de "Fear The Walking Dead" que está marcada para ser lançada em 2016, sem data completa definida ainda. 

E vocês, o que acharam dessa 1ª temporada? Conta pra gente nos comentários!





Facebook




Comentários