No meio de tanta teoria de fã sobre os filmes da Disney e todas suas conexões com outros filmes, o que tem deixado muita gente desacreditada na possibilidade de alguma ser real, finalmente descobrimos uma que é oficialmente verdadeira!

Ron Clements e John Musker, co-diretores de "Aladdin", conversaram com o E! News e confirmaram o que alguns fãs pensaram por muito tempo sobre o vendedor que aparece logo no início do filme. Celments declarou:

Eu vi algo que especulava que o vendedor no início de "Aladdin" era o Gênio. Isso é verdade! Originalmente, essa foi toda nossa intenção. Nós até tínhamos isso no final do filme, onde ele revelaria ser o Gênio, e claro que Robbin [Williams] fez a voz do vendedor. Através de algumas mudanças na história e na edição acabamos perdendo essa revelação no final. Então, essa é uma lenda urbana que, na verdade, é real."

Essa teoria ganhou atenção especial por dois motivos. Primeiro: Robbin Williams fez a voz dos dois personagens. Segundo: tanto o Gênio quanto o vendedor possuem apenas quatro dedos. Então tínhamos esses dois pontos para construirmos uma enorme teoria em cima desse personagem.

Para quem não lembra, esse é o vendedor.
Clements, Musker e o compositor Alan Menken recentemente também conversaram com a Entertainment Weekly sobre a interpretação de Robbin Williams como o Gênio. Clements disse:

Na verdade, o gênio foi Robin Williams. Quando ele veio pela primeira vez, ele estava tipo, "Eu deveria interpretar este com um sotaque? Devo criar um personagem?" E respondemos, "Não, sério, o Gênio é tipo um comediante de stand-up que está preso em uma lâmpada por 1.000 anos e é subitamente liberado; está à procura de uma audiência e quer fazer sua performance." E isso é Robin Williams.

E Musker também comentou:

Eu acho que Robin, como pessoa, ele queria fazer as pessoas rirem. Era como o Gênio, como um realizador de desejos: eu sei que as pessoas gostam de humor, então eu vou dar-lhes o dom da minha comédia. Então eu sinto que, sim, ele realmente foi o Gênio.

Fonte:  Entertainment Weekly




Facebook




Comentários