Em 30 de outubro de 1938 ia ao ar a transmissão fictícia de rádio mais famosa do mundo: "Guerra dos Mundos". Uma adaptação feita pelo grupo Mercury de teatro, do qual Orson Welles pertencia, teve origem em uma novela de ficção científica, escrita 40 anos antes por H.G Wells.

Na época a peça não teve intenção de soar real, contudo, o fato de a estrutura ser basicamente idêntica a uma transmissão jornalística só ajudou a fazer com que os ouvintes acreditassem que aquela era uma invasão de Marte. Milhares de pessoas encheram os escritórios de jornais e estações policiais com ligações sobre "como se proteger dos ataques de gás". Alguns precisaram até mesmo de auxílio médico e de tratamento pela histeria.

Segundo historiadores, o programa virou um trote bem sucedido porque aquela era exatamente a mesma abordagem das emissoras de rádio em situações de emergência. Os responsáveis informaram explicitamente, antes mesmo de transmitirem a narração, de que aquilo era a adaptação do tal conto, mas o público que pegou-a pela metade acreditou até demais no que pode-se ouvir na famosa rádio CBS.

Orson Welles gravando "Guerra dos Mundos"

Atualmente, pode-se considerar que grande parte da população nunca acreditaria em uma transmissão bizarra de rádio como essas, pois em um mundo que a imagem é tudo (forçando o grande público a privar-se de imaginar a situação, como feito em 1938), o mais próximo que temos disso é a possibilidade de uma notícia maluca do Sensacionalista viralizar.

Há mais de 10 anos era lançado o longa de Spielberg Guerra dos Mundos, com Tom Cruise e Dakota Fanning, e muitos ainda desconhecem da conexão do filme com a obra do século 19. Alguns até criticam a má adaptação feita pelo diretor de clássicos do cinema, como E.T. e Jurassic Park, pois segundo os mesmos, Byron Haskin dirigiu melhor seu próprio filme de 1953.

Então caso você queira uma adaptação visual do romance de H. G. Wells, assista a ambos, e caso queira a transmissão da CBS, ouça-a abaixo:


Fonte: National Geographic




Facebook




Comentários