Quando a Marvel recuperou os direitos de cinema e televisão de Demolidor, após o fracassado filme do super-herói em 2003, muitos fãs esperavam que o personagem retornasse às telonas do cinema como um novo filme da Marvel Studios, porém, ao invés disso, a Marvel trouxe o personagem para a Netflix como uma série de TV. Então, por que Matt Murdock saiu da telona do cinema para uma tela menor?

Acontece que o criador do Demolidor, Drew Goddard, originalmente tinha a mesma ideia dos fãs, que a Marvel deveria trazer o personagem para o cinema novamente. Eventualmente, tanto Goddard quanto a Marvel perceberam que essa seria uma abordagem errada.

Há uns dois anos atrás eu [Drew Goddart] fui para a Marvel e conversei com eles sobre como fazer isso ser um filme, muito depois do filme de Ben Affleck. Mas o que nós todos meio que percebemos era que esse filme não deveria custar 200 milhões de dólares. A coisa sobre Matt Murdock é, ele não está salvando o mundo. Ele está apenas mantendo seu canto limpo. Então seria errado ter aeronaves quebrando e caindo no meio das ruas de sua cidade. 

Parecia que teríamos mais liberdade em fazê-lo para as telas pequenas e poderíamos torná-lo mais adulto. Olha, se pegássemos essa série da Netflix e botássemos nos cinemas, seria classificação restrita. E a Marvel não está fazendo filmes com classificação restrita. E nós também temos a possibilidade de explorar mais o personagem. Eu sinto como se a Netflix fosse a melhor opção para isso, caso contrário teríamos acabado com uma versão diluída.

Considerando quão bem o Demolidor da Netflix foi recebido pelos fãs, parece que a Marvel e Goddard fizeram a escolha certa. A segunda temporada da série voltará em 2016!


Fonte: Comicbook.com




Facebook




Comentários