Primeiramente entendam que eu não li nenhum livro de Maze Runner, logo, minha visão sobre o filme é meramente de um cinéfilo, não de um leitor. Essa continuação começa após eles escaparem do labirinto. Thomas (Dylan O'Brien) e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície devastada da Terra, que foi queimada pelo sol e possui agora novos"habitantes", os Cranks, que desejam devorá-los vivos. Thomas e os outros são resgatados por uma organização que recolhe adolescentes, os imunes, e os promete levar para o "paraíso", um refúgio bem longe do deserto. Porém, a organização não é tão boazinha quanto parece ser, e tudo novamente vira um caos.


Devo admitir que senti falta do Labirinto, que foi tão mais emocionante do que o Deserto desse filme, porém, o cenário pós apocalíptico ficou sensacional. Conseguimos reconhecer vários lugares famosos completamente destruídos, como, por exemplo, a Golden Gate Bridge, aquela ponte famosa da Califórnia. Mas mesmo sem Labirinto, o Deserto conseguiu ainda ser muito bom, por exemplo, com os Cranks, zumbis corredores completamente estranhos, que me fizeram tomar belíssimos sustos já que eles apareciam do nada e faziam um barulho completamente perturbador, quase um grito com um estalado.

Não devo dizer que o roteiro é 100% bom, já que muitas partes foram bem cansativas de assistir, porém o filme foi muito bem explorado e conseguimos entender perfeitamente os planos da CRUEL (WICKED soa tão melhor em inglês).


O filme teve três possíveis finais. Como assim? Bem, ele podia ter terminado em três momentos diferentes, porém o momento que escolheram para ser o fim oficial não me agradou. Se tivessem acabado no primeiro final (só posso dizer que esse final envolvia a Teresa, então, quando forem ver, foquem nessa cena) tudo seria melhor e mais emocionante, pois toda a ação ficaria para o início do próximo filme e também nos deixaria com mais vontade de ver a continuação. Infelizmente acabou de uma forma sem graça. Legal, porém não emocionante como eu esperava. 

Não posso falar muito mais para não estragar a história pra vocês, mas apesar do final não tão satisfatório, "Maze Runner: Prova de Fogo" ainda é bem legal. Mesmo sendo um Deserto, o que pode soar um pouco chato, o filme teve várias cenas boas que te fazem querer levantar da cadeira e gritar de tanto nervoso e agonia. Mas não esperem por muita ação, já que esse filme foi mais explicatório do que qualquer outra coisa.


DESAFIO: Contem quantas vezes a palavra "correr" (run) é usada no filme. Pode ser corra, correndo, corre, etc. Boa sorte e bom filme!





Facebook




Comentários