Ontém o encanador mais famoso dos videogames completou 30 anos, e não por coincidência o Sr. Miyamoto gravou um vídeo para o canal inglês da Nintendo, esclarecendo alguns mitos por trás de um dos maiores personagens de todos os tempos.

Em resumo, ele revela que o personagem possui este nome devido a Mario Segale, um senhorio da antiga Nintendo. Também diz que nunca deixaria o Dr. Mario, do game homônimo para Game Boy, operá-lo (pois o humor acaba sendo uma grande marca da empresa). Possivelmente a maior revelação para um dos mistérios mais populares, Miyamoto confirma que Super Mario Bros. 3 era somente uma peça de teatro, com a cortina no fim da fase indicando o final de um ato e as estruturas sendo parte do cenário. Como curiosidade humorística final, quando perguntado sobre quem seria a mãe do Bowser Jr., ele aponta para si mesmo.

O site Euro Gamer recentemente pediu para Miyamoto jogar o Mundo 1-1, nível icônico da franquia Mario, e ao decorrer do gameplay ele ainda revela alguns segredos da criação do game.

"Queríamos arrumar um jeito de os jogadores ficarem satisfeitos com o Mario maior, por isso criamos um personagem menor primeiro. Então começamos a pensar: como deixá-lo maior? De qual item mágico precisaremos? E decidimos que um cogumelo suspeito seria mundialmente compreendido."

 Ainda sobre a mecânica do jogo, com objetivos básicos, diz:

"Simulamos o que o jogador poderia fazer; se um inimigo suspeito aparece, o jogador precisaria pular sobre ele. E teríamos esse bloco com um ponto de interrogação, pensando que quem jogasse sentisse curiosidade e tentasse interagir com ele. Quando vissem uma moeda, sentissem felizes e tentariam fazê-lo de novo (...), e sendo acertado por um cogumelo o faria maior, o que deixaria-os muito felizes."



Declara que o conceito dos videogames eram bastante simples, não havendo a necessidade de um tutorial. Com a simulação citada acima, o jogador poderia aprender por si só o que cada elemento faz e como poderia interagir com o ambiente. No começo, seria um Koopa Troopa vindo no início do nível, mas eles acharam que seria complicado para, logo de início, pisar sobre o inimigo e chutá-lo, dando origem a um inimigo mais simples: o Goomba. Decidiram fazer então um simples cogumelo maligno. Por fim, explica que apresentar a maioria dos limites do Mario na primeira fase, deixaria maior liberdade para quem jogasse, entendendo os conceitos básicos e a simples mecânica do jogo.

O site oficial ainda tem um vídeo de agradecimento, mas tenho certeza de que pode ficar claro que somos NÓS gamers que agradecemos à Nintendo por trazer esse jogo de plataforma revolucionário!




Facebook




Comentários