A animação "Festa no Céu" (The Book of Life em inglês) é simplesmente o filme mais deslumbrante e colorido que já vi na vida. O filme começa com um grupo de crianças bagunceiras numa visita guiada ao museu, como “punição” pelo mau comportamento. Lá, uma guia diferente resolve percorrer um caminho alternativo e os apresenta ao "Livro da Vida", que contém todas as histórias do mundo. A mais simbólica delas, baseada nas tradições mexicanas, envolve três mundos. 

Catrina/La Muerte é uma adorada deusa ancestral, que governa a Terra dos Lembrados, onde ficam todas as almas dos mortos que são lembrados pelos vivos. Ela é ex-mulher de Xibalba, o governante da Terra dos Esquecidos, onde as almas que não são mais lembradas ficam. Em uma visita à Terra dos Vivos, La Muerte e Xibalba fazem uma aposta. Se a jovem e bela Maria, filha da maior autoridade da cidade de San Angel, escolher se casar com o músico Manolo, Catrina ganha, e Xibalba não poderá mais interferir no Mundo dos Vivos, como gosta de fazer; se o preferido for o valente Joaquim, Xibalba passa a governar, também, o Mundo dos Lembrados.


O filme nos mostra inteiramente a cultura Mexicana, o Dia de Los Muertos (Dia dos Mortos), onde faz-se uma festa para os que faleceram, e assim, acredita-se que todas as almas lembradas permanecem honradas. Para os mexicanos, a morte não é o fim, mas uma celebração da vida que foi. 

A ideia central do filme não é apenas focar no pós morte ou em uma disputa amorosa por Maria, mas sim em um simples "seja você mesmo". Manolo quer ser músico, enquanto seu pai quer que ele siga a tradição da família e vire toureiro, porém, o rapaz é incapaz de matar um pobre touro, e desiste disso logo em seu primeiro torneio, envergonhando seus parentes, mas orgulhando Maria.


O filme conta uma história dentro da história. As crianças do início escutam um conto narrado pela guia, e esse conto que é representado por Maria, Manolo, Joaquim e todos os outros personagens. Pra diferenciar as duas coisas, os personagens narrados são feitos de madeira, enquanto as crianças e a guia estão em um 3D normal.

A caracterização dos personagens em madeira é incrível! Tão incrível que ganhou um troféu no Annie Awards, maior premiação para animações, de Melhor Design de Personagem. Além disso, o filme concorreu na categoria de Melhor Animação, tanto no Annie Awards quanto no Globo de Ouro.

Assim como o visual, sua trilha sonora não deixa nada a desejar. Músicas originais como "The Apology Song" e "I Love You Too Much" também concorreram a diversos prêmios.

Fiquei meia hora rolando de rir com essa cena.
"Festa no Céu" é um filme infantil (não tão infantil assim), mas com uma mensagem maravilhosa, tanto para crianças quanto para adultos. É colorido, divertido e muito animado. Embora não seja tão surpreendente, o roteiro é extremamente criativo e aborda todos os assuntos de forma ampla, ao mesmo tempo que explica a história de todos os personagens (e olha que tem muitos).

Para a alegria de todos, o filme já está no Telecine!



De bônus, o personagem mais adorável do filme:

OLHEM ESSE PORQUINHO GENTE!!!!!!!! OLHEM COMO O CHUY É FOFO!!!!!!!!





Facebook




Comentários