A franquia Rayman, que possúi mais de 30 títulos feitos para as mais diversas plataformas, completa 20 anos hoje! Com o primeiro título feito originalmente para Atari Jaguar em 1º de setembro de 1995, o game ganhou o público e migrou para outras plataformas, tendo uma versão para o primeiro PlayStation e para o Sega Saturn. Desenvolvido em uma empresa que ainda chamava-se Ubi Soft (sim, separado mesmo!), o jogo de plataforma ganhou nesse meio tempo, dezenas de títulos para Windows, dezenas de exclusivos para portáteis (incluindo títulos de Android e iOS), versões em 2D e 3D de seus games e adequou-se muito bem aos consoles das gerações atuais.

Considerado junto a Battletoads e Demon Souls como um dos jogos mais difíceis de todos os tempos, Rayman inova, e seu último lançamento Legends (2013) é ainda um dos jogos mais divertidos que tive o prazer de jogar. Foi pensando em seu aniversário que esta lista foi montada, com base em vários títulos e horas divertidas, muitas vezes frustrantes, com essas fases aparentemente impossíveis.

Time Trials - Rayman Origins


Popular em games de corrida, os time trials são os precursores dos speedruns - que consiste em jogar um determinado nível/jogo em menor tempo possível. Alguns viciados em diversas franquias postam vídeos no YouTube fazendo uso de glitches (os erros no game despercebidos pelo desenvolvedor) para conseguir terminar o game em tempos inimagináveis. É uma questão de terminar Mario do “nintendinho” em menos de 5 minutos. Infelizmente, em Rayman não há maneiras dignas de trapacear… e como você pode ver no vídeo abaixo, em Mecha No Mistake! você deve ser preciso a cada pulo, sabendo o quanto deve segurar o botão, pois caso você segure por tempo demais, o resultado pode ser fatal.



Invaded Levels - Rayman Legends


Em sua tradução literal, os “níveis de invasão” são simplesmente os mesmos níveis do modo tradicional de história, mas dessa vez você deve correr contra o relógio. Pode soar simples, mas qualquer erro pequeno é o suficiente para te fazer resetar todo o progresso de cada Invasion, já que não há checkpoints. O que diferencia este dos níveis citados no item anterior, é que são somente ALGUNS dos níveis selecionados para tal feito, enquanto em Origins, você deveria refazer TODOS os níveis.

O mais difícil de todos é com certeza The Amazing Maze. Uma corrida contra o tempo, como de costume, mas assim como ocorre em alguns outros níveis, você é perseguido por seu fantasma e deve coordenar muito bem seus movimentos. Confira o gameplay abaixo:


Reflux the Knaaren - Rayman 3: Hoodlum Havoc (PlayStation)


Esse boss não possúi somente uma barra de vida que parece ser infinita, mas ainda lança ataques que não são esquiváveis. Derrotá-lo é fruto de puro treino e dedicação. Confira aqui o gameplay insano:


Garish Gears - Rayman 3: Hoodlum Havoc (Game Boy)


Na versão para Game Boy do game há essa espécie de “boss”, o qual você deve atacar com o barril que reaparece a cada acerto, já que seus socos não são o suficiente para derrotá-lo. Observando um outro jogador, até parece fácil, mas com certeza não é: caso você erre um dos tiros, terá que fazer o nível desde o início.


Bunnies Are Raving Mad - Rayman Raving Rabbids


Nesse caso, essa espécie de mingame é simples, pois você não precisa se empenhar tanto caso não queira 100% do game completo. Contudo, caso você queira e esteja jogando isso no Nintendo Wii, as coisas ficam um pouco mais complicadas. A versão para PC é facilitada, pois você deve apenas apertar botões. No Wii, você usa os dois controles de movimento como se fossem baquetas de bateria, acertando um tambor imaginário na sua frente, no ritmo em que as notas aparecem na tela. Veja abaixo:


Chefes - Rayman



Definitivamente o jogo mais complicado, Rayman possúi chefes aparentemente impossíveis. Desde o Moskito (por sorte há bugs que permitem te ajudar a derrotá-lo!) ao Mr. Stone, cada chefe foi criado para deixar o jogador maluco. O jogo em si é espetacular, mas os chefes são a cereja do bolo para gamers competitivos. Abaixo você confere um dos mais complexos, o Mr. Sax.


Chefe Final - Rayman 3: Hoodlum Havoc (PlayStation)


São quatro estágios insanos do mesmo chefe que, assim como o da sexta fase do game, parece ter uma barra de energia infinita.


Um fato que poucos conhecem, é que tanto o primeiro game quanto o The Great Escape e o Junior (lançados em 1999 e 2000 respectivamente) em sua versão para PlayStation, fazem parte da lista de “CD audio tracks”. Isso significa que ao colocar o disco do jogo em um aparelho como um discman, um CD player ou até mesmo em seu computador, você pode ouvir a trilha sonora original de cada game. O primeiro jogo, inclusive, possúi nada menos do que 50 faixas! Então, caso você seja um fã sortudo que ainda tem o game, teste isso!

Se você estiver no PC, confira aqui a timeline interativa do game, até Rayman Legends.




Facebook




Comentários