Um cachorro autêntico e famoso do mundo Disney, Pluto tem sido querido por todos desde sua primeira aparição em 1930. Walt Disney foi inspirado a criar o cachorro mais famoso do mundo lembrando dos cãezinhos gentis que conheceu enquanto vivia sua infância numa fazenda em Missouri. Desde que Pluto existe ele tem, assim como Walt dizia, "trabalhado duro e tentado ao máximo, mas nunca conseguido, ficar longe de problemas". Em comemoração ao fiel companheiro de Mickey, cavamos essas 10 curiosidades mais legais sobre o cão de caça que todos amamos.

1. Existiam dois Plutos.
"Lá pros anos 30 nós estávamos fazendo uma história onde Mickey escapava de uma quadrilha na cadeia.", Walt Disney explicou, "Precisávamos de um cão de caça. Pluto conseguiu o papel e se saiu tão bem que duplicamos ele." Sim, existiam dois Plutos no filme que é considerado o primeiro do personagem. A dupla de cães de caça agradaram tanto Walt Disney que ele decidiu lançar o personagem como membro oficial da equipe de Mickey.

2. Ele já teve várias identidades diferentes.
Para um dos cães mais famosos do mundo, Pluto até que começou com uma enorme variedade de identidades. Depois do filme citado acima, Pluto apareceu em seu papel original como um cão doméstico em The Picnic (1930) - mas o nome dele era Rover e ele não pertencia a Mickey, e sim a Minnie. Finalmente, em sua terceira aparição no filme The Moose Hunt (1931), o cão de caça encontrou um lugar ao lado de Mickey. Para nomear propriamente o cão, Walt Disney pesquisou diversos nomes de outros cachorros famosos, e assim, Pluto surgiu, provavelmente em homenagem ao recente planeta descoberto na mesma época.

3. Inicialmente ele falava.
Pluto é um personagem real, baseado em um cachorro. Seus animadores expressam sua personalidade através de suas expressões faciais e corporais. Entretanto, em The Moose Hunt (1931), as pessoas puderam ouvir Pluto falando "Be beije!" para Mickey. Essa brincadeira não se repetiu, pois interferia na personalidade do personagem. Outro experimento vocal veio no filme Mickey's Kangoroo (1935), em que os pensamentos interiores do cachorro foram dublados. Pluto já até cantarolou (com a ajuda de um toca-disco) "You Belog to My Heart", em Pluto's Blue Note (1947). "Nós geralmente mantemos Pluto apenas como um cachorro... Ele não fala, exceto pelo "Yeah! Yeah!" que ele faz quando concorda com algo, e por suas risadas estranhas.", explicou o animador do personagem, Nick Nichols.

4. Pluto pensa.
"Depois de todos esses anos posso dizer que Pluto não mudou praticamente nada. Ele continua sendo o vira-lata de sempre que conhecemos."

Mickey deve ter sido o primeiro personagem de desenho animado a transmitir uma personalidade única, mas seu fiel cachorro foi o primeiro a pensar, oficialmente. Mestre da animação e uma lenda da Disney, "Fergy" Ferguson criou um marco na animação de personagens com sua sequência animada Playful Pluto (1934). A cena inesquecível desse episódio - onde Pluto sem querer senta numa folha de papel pega-moscas e fica preso nela tentando descobrir como se soltar - marcou como uma das primeiras vezes em que um personagem animado parecia mesmo estar pensando. "Essa foi a chave para criar um personagem marcante e confiante - fazê-lo pensar e resolver o problema da situação. Pluto foi ideal para isso.", disse o animador Fergy. "Boas expressões foram necessárias para criar o climax da situação.".

5. E tem uma família esquecida.
Um romântico incomparável, Pluto é frequentemente retratado como um solteirão que cai sempre nos charmes das cachorrinhas Fifi e Dinah. Mas em Pluto's Quin-Puplets (1937) - primeiro curta de animação que Pluto oficialmente apareceu - Pluto e Fifi são vistos como Senhor e Senhora Pluto, os pais de cinco filhotinhos. Pluto também foi visto como pai de um cachorrinho que seguia suas pegadas em Pluto, Junior (1942), assim como em Pluto's Kid Brother (1946) podemos ver um cachorro nomeado de K.B., que seria seu irmão.

6. Também tinha uma HQ só dele.
Pluto é também mundialmente famoso nos quadrinhos. Tirando suas aparições nos quadrinhos de Mickey Mouse, lá por volta de 1931, o filhote Pluto foi apresentado na Silly Symphony, revista famosa da Disney, no início de 1939. O primeiro quadrinho da Disney publicado, que continha 100% de material original, teve a aparição de nosso querido cão de caça: Pluto Saves the Ship foi originalmente impresso em 1942, co-escrito pelo maestro dos livros e também lenda da Disney, Carl Banks.

Sempre um bom garoto, Pluto foi recompensado com seu próprio quadrinho em 1952, incluindo algumas HQs bem elaboradas, como Pluto Joins The Circus (outubro de 1961), que tinha 30 páginas ilustradas por Paul Murry, o cara que também fazia os desenhos de Mickey. As HQs de Pluto, mostrando todas as confusões que o cachorro atrapalhado se metia, foram publicadas pelo mundo todo, em diversas línguas, incluindo alemão, italiano, sueco e grego.

7. Pluto foi para a Segunda Guerra Mundial.
Pluto foi convocado para o serviço junto com toda a gangue de Mickey durante a Segunda Guerra Mundial. "Acredito que o momento mais orgulhoso de Pluto realmente veio durante a Segunda Guerra Mundial quando nossas forças de combate em todos os setores do mundo começaram a aparecer pedindo para que Pluto posasse para suas insígnias de batalha." O cão patriota apareceu em aproximadamente 45 insígnias, personalizadas pela Disney, nos uniformes de militares que adotaram Pluto como seu mascote oficial durante a Guerra.

8. O personagem já ganhou até Oscar.
Em 1942, Pluto foi apresentado com o próprio Oscar do Tailwagger, o Boscar, por ser o cão ator mais promissor do ano, uma honra suprema no mundo canino. Seus colegas de trabalho humanos tiveram uma enorme honra quando receberam, por essa mesma premiação do Boscar, o troféu de melhor filme do ano. "Essa premiação é dedicada a Fundação Tailwagger em reconhecimento ao seu trabalho com o melhor amigo do homem.". O fundos da Tailwagger são destinados a organizações não-lucrativas que ajudam os animais. Walt Disney era um doador generoso dessa fundação.

9. Pluto está em todo lugar.
Pluto estrelou em 48 desenhos animados originais dele, mas também já apareceu em diversos desenhos animados de Mickey Mouse, onde o cão de caça rouba a cena sendo a estrela principal, como, por exemplo, em Pluto's Party (1952) e The Simple Things (1953). Além disso, Walt Disney fez Pluto aparecer até em desenhos do Pato Donald, onde ele achava que os dois se sairiam bem em cena juntos. O primeiro desenho com o pato e o cachorro foi em 1936, Donald and Pluto, como também em Donald's Dog Laundry (1940) e The Eyes Have It (1945).

Além disso, o cão imprudente foi o primeiro e único membro da gangue de Mickey Mouse a estrelar seu próprio desenho animado na Silly Symphony - título de uma série de 75 desenhos animados produzidos pela Walt Disney Productions - chamado de Mother Pluto (1936).

10. Além de tudo, é também um astro de TV.
No início da corrida de suas séries televisivas, Walt apresentou "A Story of Dogs", em homenagem a sua primeira estrela canina. E esse foi apenas o início do fiel companheiro de Mickey na tela de uma TV. A primeira série de TV animada de Mickey, chamada de Mickey Mouse Club, teve seu primeiro episódio no dia 3 de outubro de 1955, Pueblo Pluto. Hoje em dia, Pluto se juntou oficialmente a série, agora chamada de Mickey Mouse Clubhouse, que acontece no canal Disney Jr.

Mas em qualquer lugar que Pluto esteja - cinema, televisão, vídeo ou em jogos de computadores - sempre será como Walt Disney disse, "Depois de todos esses anos posso dizer que Pluto não mudou praticamente nada. Ele continua sendo o vira-lata de sempre que conhecemos."

Fonte: D23 Expo




Facebook




Comentários