Tanto para fãs do livro, quanto para pessoas que nunca o leram, "O Pequeno Príncipe" passa tudo o que o trailer prometeu e muito mais! Contendo diversas passagens famosas do livro, a história do filme se concentra no aviador e na menina, que não existe no livro. 

A menina acaba de se mudar com a mãe, uma controladora obsessiva que deseja definir antecipadamente todos os passos da filha para que ela seja aprovada em uma escola conceituada. Entretanto, um acidente provocado por seu vizinho faz com que a hélice de um avião abra um enorme buraco em sua casa. Curiosa em saber como o objeto parou ali, ela decide investigar. Logo conhece e se torna amiga de seu novo vizinho, um senhor aviador, que lhe conta a história de como conheceu o Pequeno Príncipe.


O filme tem duas versões de animação: a em 3D e a em stop motion (técnica feita apenas com sequência de fotos). Toda a parte do aviador e da menina são em 3D, porém, quando a história do Pequeno Príncipe é contada, tudo muda para um stop motion meio feito com massinha, meio feito de papel. A parte mais incrível do filme simplesmente é essa mudança de técnicas na animação. A parte em stop motion é incrível e linda! Além disso, vários desenhos originais do livro aparecem no meio das cenas.


Uma coisa muito legal do filme também são as falas. Todas as falas na história do Pequeno Príncipe são originais do livro. Frases famosas como: "O essencial é invisível aos olhos.", e "Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão importante.", aparecem no filme e são ditas exatamente da mesma forma que foram escritas. Ser "essencial" é simplesmente tudo o que o filme foca, já que a menina está indo para uma escola onde você precisa ser essencial para eles, e provar que ela era essencial é o que a faria entrar na instituição. Outras partes também focam muito essa ideia de que o essencial só se pode ver com o coração.

Nunca li o livro, e quando tentei ler eu tinha apenas 13 anos. A visão de uma criança sobre a história é completamente diferente da de um adulto. Tudo é explicado com base em metáforas, e só depois de ver o filme que entendi a mensagem. Obviamente tentarei ler o livro de novo.


Admito que não esperava muito do filme, mas ainda bem que quebrei a cara. É incrível, lindo e muito emocionante (chorei várias vezes). E vocês, já leram o livro ou viram o filme? O que acharam da adaptação e da nova história da menina? Contem para a gente nos comentários!





Facebook




Comentários